Erosão Dentária

Características: 

  • Descoloração dos dentes, desgaste do  esmalte, exposição da dentina (camada que fica logo abaixo do esmalte dentário);
  • Sensibilidade dentária, pois a dentina exposta é mais sensível ao toque, à força da mordida, ao ar (frio e quente) e à exposição aos ácidos;
  • Bordas dos dentes frontais com aparência transparente, lisa  ou desgastada.

Como evitar a erosão dentária?

  • Procure não ingerir bebidas ácidas com freqüência ao longo do dia. O que provoca a erosão dentária é a freqüência do contato dos ácidos com a boca. Escolha somente um momento do dia  para tomar sucos de frutas ( limão, laranja, abacaxi) e refrigerantes.
  • Não escove os dentes imediatamente após a ingestão de bebidas ácidas. Assim que o ácido atinge os dentes, a escovação pode causar mais desgaste dentário. A saliva neutraliza a ação do ácido. Aguarde pelo menos 20 minutos para escovar, e utilize somente escovas macias.
  • Ao consumir bebidas ácidas, utilize um canudinho. Isso diminui a área de contato do líquido com  os dentes.

Como tratar?

Pessoas com problemas gastrointestinais e que apresentam erosão dentária precisam fazer tratamento médico simultaneamente ao odontológico.  Quando a perda do esmalte encontra-se em estágio muito avançado, são feitas restaurações dentárias.

Bruxismo

O bruxismo pode acelerar a perda do esmalte dentário em pessoas que já apresentam erosão , devido ao movimento de ranger dos dentes. Para correção do bruxismo, são indicadas placas de acrílico que protegem os dentes do desgaste.